Primeira viagem internacional: hospedagem

Oi gente, tudo certo??

Compradas as passagens e definidos os destinos, vamos procurar onde ficar. É uma mão na roda quando conhecemos alguém que mora no nosso destino e pode ceder um espacinho para nos hospedar, pois acreditem, o maior gasto da viagem é com hospedagem.

Dica 1: Onde procurar?
Tem dois sites muito bons que eu sempre uso, são o Hostelworld e o Booking. Como o nome já diz, o hostelworld tem mais hostels, no booking é mais fácil encontrar hoteis. Você também pode achar boas promoções nos sites das redes de hoteis, tipo o Accor (que tem bons hoteis no mundo todo). Neles você pode ver a disponibilidade dos quartos, os preços, recomendações, distância do centro e também podem deixar sugestões depois da sua estadia. O pagamento pode ser feito 100% na hora ou na maioria das vezes você paga apenas 10% da reserva, por cartão de crédito. É importante observar se eles aceitam o seu cartão no hotel ou hostel que você escolheu. Estes sites são muito confiáveis!

Dica 2: Hotel x Hostel:
O que é melhor, hostel ou hotel? Isso vai da sua preferência, os dois tem suas vantagens e desvantagens. Por exemplo, os hostels são mais baratos, você pode conhecer pessoas de vários lugares do mundo e fazer amigos. Por outro lado, como eles tem quartos de 4, 6, 12 pessoas, às vezes dá um azar que as outras pessoas são muito barulhentas e não respeitam. Já os hoteis são mais caros, mas se você procurar bem, pode encontrar um que valha mais a pena do que um hostel. Por exemplo se você estiver viajando em um grupo de 4 pessoas, alguns hoteis lançam promoções que quando você divide, o preço fica quase o mesmo que de um hostel. Em algumas cidades mais caras, como Paris, isso é fácil acontecer.

Dica 3: O que levar em consideração na escolha do hostel/hotel?
É importante ter uma ideia do meio de transporte que você vai usar para se deslocar, o horário que você pretende sair e chegar ao local e se a vizinhança é segura. Facilita muito estar hospedado próximo à uma estação de metrô ou parada de ônibus, porque transporte público nesses países funcionam de verdade, gente. *-*

Dica 4: Ter informações sobre o estabelecimento:
É muito importante ler as opiniões dos outros hóspedes, nos sites que eu indiquei acima tem falando os reviews de cada hotel e uma nota pra as categorias localidade, segurança, limpeza, etc.

Dica 5: Couch surfing.
Também tem a opção de couch surfing. Couch surfing é um esquema bem comum na Europa, que você troca hospedagens, você se hospeda na casa de alguém e se quiser recebe a pessoa no sofazinho da sua casa, não é obrigado. Eu nunca fiz, mas acho muito legal e sempre tive vontade de fazer, conheço pessoas que já fizeram e conheceram pessoas espetaculares e é cada estória, viu?! hahahaha. É confiável também, mas é bom sempre manter contato com a pessoa, tentar conhecer um pouco dela antes, porque já ouvi gente dizendo que o “couch” furou e em cima da hora teve que arrumar outro lugar pra ficar. O site é este, você se cadastra e já pode ir procurando.

Boa sorte na escolha da hospedagem, espero que estas dicas ajudem vocês e que tenham gostado.

E vocês tem alguma dica de hospedagem?

Beijinhos.